Armazém de fulfillmentArmazém de fulfillment

Como funcionam os armazéns de fulfillment para e-commerce?

Saiba como funcionam os armazéns de fulfillment e a sua dinâmica operacional para atender ao mercado de e-commerce em constante evolução.

Logo colorido da Stokki
Stokki

No setor de logística, os armazéns de fulfillment estão ganhando popularidade devido à abordagem eficiente em diferentes áreas. Afinal, trata-se de uma solução ideal para pedidos fracionados, comuns em empresas que operam no ambiente digital. Assim, tanto o e-commerce que vende aos consumidores (B2C) quanto o que vende para revendedores (B2B) se beneficiam do formato.

Na prática, o fulfillment funciona como um armazém que trabalha com todas as etapas logísticas de um e-commerce. Dessa forma, pode incluir etapas como recebimento de produtos, conferência, endereçamento, armazenagem, picking e packing. Em alguns casos, até mesmo a entrega dos produtos ao cliente final pode ser incluída na estratégia.

O que é fulfillment?

Em primeiro lugar, é preciso entender o que é fulfillment e como ele contribui para a logística das lojas virtuais. Trata-se de um modelo que otimiza as necessidades operacionais logísticas de um e-commerce. Isso vale tanto para o recebimento de mercadorias, armazenamento e organização de estoque, quanto para a separação de pedidos, empacotamento e entrega.

Em resumo, podemos entender que o fulfillment facilita a operação como um todo. Por exemplo: quando uma empresa terceiriza a logística em armazéns de fulfillment, tão logo ela recebe um pedido, o depósito é informado. A partir daí, começa a preparação dos produtos para envio ao cliente final, passando pelo picking, packing e expedição.

Normalmente, o controle dos processos é feito em tempo real e de forma remota. Com isso, os lojistas experimentam uma gestão mais eficiente e os dados obtidos revelam insights poderosos para otimizar a operação.

Quer conhecer o WMS da Stokki que automatiza e otimiza os processos logísticos de fulfillment para e-commerce? Fale conosco agora mesmo.

Como funcionam os armazéns de fulfillment?

Os armazéns de fulfillment são bastante diferentes do modelo tradicional de armazém. No caso, trata-se de um ambiente dinâmico, com muita movimentação e diversos processos acontecendo ao mesmo tempo. Isso permite gerenciar múltiplos perfis de produtos, SLAs de atendimento rápidos e uma separação de itens extremamente fracionada.

Porém, em meio à rotina intensa, o sistema implementado nesses estabelecimentos permite uma coordenação personalizada. Na prática, isso resulta em ações rápidas, eficientes e produtivas que otimizam o processo. Ou seja, além de contribuir para a agilidade, o fulfillment pode minimizar erros e impactar diretamente no desempenho do e-commerce. De maneira resumida, podemos entendê-lo como uma indústria capaz de processar pedidos dos mais variados tipos.

Aproveite para ler também: Stokki: inovação e tecnologia em foco na logística

Para entender melhor, é preciso saber que o fulfillment funciona em quatro etapas essenciais. São elas: 
1. Os produtos são enviados até o armazém de fulfillment

O primeiro passo é enviar os produtos até o armazém de fulfillment. Esse processo pode ser otimizado, a depender do modelo de negócios da empresa. Por exemplo, se ela produz o estoque que vende, então o envio pode ser direto da indústria ao armazém. No caso de revenda, ocorre o envio do produto direto do fornecedor para o armazém, sem a necessidade de um intermediário.

2. A equipe do armazém vai organizar os produtos recebidos

Assim que os produtos chegam ao local de estocagem, o primeiro procedimento é a checagem dos itens. Ou seja, uma equipe confere cada detalhe da entrega, bipando e endereçando as mercadorias. Isso permite organizar a melhor posição para a dinâmica de expedição de cada cliente (SKUs mais vendidos, curva ABC, FIFO, FEFO).

Ao final desse processo, informa-se à empresa sobre possíveis discrepâncias. Ou seja, caso haja inconsistência na quantidade e qualidade ou mesmo defeitos encontrados nos produtos que chegaram ao armazém. Nesse momento também é comum ocorrer o etiquetamento dos itens para facilitar a alocação e a rastreabilidade dos produtos, via código de barras.

3. Ocorre o armazenamento inteligente

Até o momento, todos os procedimentos são similares aos de um armazém tradicional, certo? Porém, a partir de agora, na hora de estocar os produtos, a mudança realmente acontece. 

Ao contrário do estoque convencional, os armazéns de fulfillment são desenhados para o dinamismo da operação fracionada. Muitos deles trabalham com racks e porta pallets comuns à dinâmica industrial. Porém, a grande diferença está na área de picking, onde os produtos que mais giram são organizados em posições menores. Para isso, podem entrar em cena prateleiras, cestas ou bins.

Então, eles são separados por SKUs e dispostos conforme o perfil de venda de cada empresa. Essa organização é ideal para agilizar o processo de separação e montagem dos pedidos. Além disso, essas estruturas trabalham tanto com produtos enviados, quanto com itens retornados pelos clientes. Ou seja, a implementação também ocorre no caso de trocas e devoluções, com o processo chamado de logística reversa.

Quer entender melhor as diferenças de picking e packing na logística do e-commerce? Clique aqui e leia o artigo completo no blog da Stokki.

4. Integração entre pedidos e estoques inteligentes

Hoje em dia, existem diversas formas pelas quais a comunicação da compra é feita. Porém, nenhuma supera a agilidade da operação logística quando há integração entre os softwares de gestão da empresa (ERPs e canais de venda) e armazéns de fulfillment. Afinal, quando ocorre essa integração, tudo é feito de modo automático, gastando a menor quantidade de tempo possível.

Além da produtividade, é possível melhorar o poder de entrega da empresa e a gestão de estoque. Em um mercado extremamente competitivo e em constante evolução, isso se torna um verdadeiro diferencial para o negócio.

Quer conhecer soluções de fulfillment totalmente integradas ao seu ERP e carrinho de compras? Fale com a Stokki agora mesmo!

O que diferencia os armazéns de fulfillment dos armazéns tradicionais?

Em um primeiro momento, eles podem parecer a mesma coisa, não é? No entanto, existem grandes diferenças entre a operação e o layout desses tipos de armazéns. Normalmente, o modelo tradicional trabalha com a indústria e cargas consolidadas. Já os armazéns de fulfillment atendem à dinâmica do e-commerce e suas cargas fracionadas.

Para entender melhor, a primeira grande diferença está no tempo de permanência dos itens no armazém. Em geral, os produtos tendem a ficar pouco tempo no fulfillment, ao contrário dos armazéns tradicionais. Afinal, os últimos podem estocar um mesmo produto por meses ou até mesmo anos. Outra diferença fica por conta das operações que cada uma dessas instalações realiza. Enquanto o armazém tradicional costuma operar com cargas maiores, os armazéns de fullfilment atuam com pedidos fracionados. Por se tratar de uma dinâmica de alto giro, é necessário implementar técnicas de picking sofisticadas para atender aos SLAs.

No dia a dia, ainda é possível observar outras diferenças marcantes entre os dois modelos de armazéns. Entre elas está a disposição dos produtos e a estrutura de estocagem, atendendo às necessidades de cada modelo. Por sua vez, o maquinário para movimentação e a tecnologia de gestão também mudam de um para outro. Afinal, estamos falando de soluções que se voltam a diferentes finalidades.

Por exemplo, no armazém tradicional as cargas costumam ficar em porta pallets e são movimentadas com a ajuda de empilhadeiras. Ainda, o estoque pode ser disposto de acordo com as estratégias de gestão eleitas (FIFO, FEFO, LIFO, entre outras). Porém, o processo de expedição tende a seguir um padrão nesse modelo de armazenamento.

Já nos armazéns de fulfillment, as mercadorias ficam distribuídas de forma pulverizada, atendendo aos padrões de venda de cada empresa. Na prática, separa-se o estoque por SKU e agrupa-se os produtos em unidades menores. Isso é fundamental, pois a intenção é agilizar o processo de separação e expedição das mercadorias. No caso da movimentação, ela pode ser feita manualmente ou por robôs. Já a preparação dos pedidos é mais diversa e personalizada para cada pedido, assim como os processos de embalagem.

WMS para armazéns de fulfillment

O sistema de gestão de armazenagem (WMS) também é diferente entre cada um dos modelos de armazém. Afinal, esse sistema deve atender à dinâmica operacional e a todas as suas particularidades.

Quer conhecer o sistema de gestão de armazenagem (WMS) especializado em fulfillment da Stokki? Fale conosco agora mesmo.

E-commerce no Brasil: um mercado em constante crescimento

Como sabemos, o e-commerce no Brasil vem crescendo exponencialmente nos últimos anos. Em especial desde 2020, impulsionado por fatores econômicos, tecnológicos e até mesmo culturais. Aliás, hoje em dia os brasileiros representam uma das populações que mais realizam compras pela internet. E isso se deve pela comodidade, facilidade, preços atrativos e pela ampla oferta e variedade de produtos.

Inclusive, no primeiro semestre de 2023 as compras online apresentaram um aumento expressivo. A informação é do Portal E-commerce Brasil, que justifica o crescimento das vendas à crescente oferta de produtos e praticidade oferecida pelas plataformas. Ou seja, é um mercado em constante evolução e, para se manter competitiva, é fundamental que as empresas se alinhem às novas tecnologias.

Nesse cenário, a logística segue sendo um dos principais desafios que as empresas de e-commerce enfrentam. Ao experimentarem um número cada vez maior de pedidos, o investimento na ampliação das operações de entrega torna-se fundamental. E, nesse sentido, contar com sistemas modernos e armazéns instalados em pontos estratégicos é essencial. A partir de soluções como essas, é possível atender à alta demanda, expandir o negócio e aproveitar o verdadeiro boom das compras online.

Por que contratar um armazém de fulfillment para o seu e-commerce?

Além de se adaptar às exigências de um mercado em plena expansão, existem outros motivos para contratar os serviços de fulfillment para e-commerce. Entre eles estão:

Gerenciamento de estoque em tempo real

A capacidade de monitorar o estoque em tempo real é uma funcionalidade valiosa dos armazéns de fulfillment. Com informações dinâmicas e em tempo real, os gestores podem acompanhar o desempenho de suas estratégias sempre que desejarem. A partir delas, podem realizar ajustes com a finalidade de maximizar os resultados do negócio.

Eficiência no processamento de pedidos

Como visto até aqui, os serviços de fulfillment agilizam significativamente a logística do e-commerce. Isso inclui todas as etapas, desde o processo de coleta, separação e preparo até o envio de produtos. Ou seja, é uma solução ideal para tornar o negócio mais rápido, rentável e econômico.

Minimização de erros operacionais

Ao terceirizar o fulfillment, o gestor também consegue reduzir erros operacionais no seu negócio. Assim, é possível garantir uma maior precisão no atendimento aos pedidos e satisfação dos clientes.

Escalabilidade logística

Os armazéns de fulfillment têm um sistema logístico flexível e versátil. Além disso, a solução pode ser facilmente dimensionada conforme o crescimento do e-commerce e suas necessidades específicas.

Foco em estratégias essenciais

Ao terceirizar as operações de fulfillment, a equipe interna pode direcionar esforços para áreas críticas do e-commerce. Assim, é possível direcionar habilidades para vendas, mix de produtos e estratégias de marketing, pensando no crescimento da empresa.

Outros benefícios do fulfillment

Além das vantagens acima, os serviços de fulfillment têm um impacto direto na redução dos prazos de entrega. Dessa forma, ao proporcionar uma experiência mais rápida e satisfatória, pode aumentar a taxa de fidelização dos clientes. Em termos de escalabilidade, o fulfillment também é uma estratégia inteligente. Isso porque ele possibilita que os produtos de um e-commerce cheguem a um número cada vez maior de consumidores.

Porém, as vantagens ainda se voltam às questões financeiras e de produtividade. Afinal, o fulfillment alivia uma série de tarefas que consomem recursos da empresa, resultando em economia de tempo e dinheiro.

Por que contratar um armazém de fulfillment da Stokki?

A Stokki desenvolveu uma solução de fulfillment digital e integrada a armazéns estrategicamente localizados em todo o Brasil. O foco está na escalabilidade dos negócios, aliando estratégias inteligentes de logística durante todo o processo.

Por isso, o sistema incorpora tecnologia avançada, oferecendo serviços automatizados para aprimorar os processos logísticos e fortalecer a gestão operacional. A partir de uma ampla rede de distribuição, aproximamos o estoque dos clientes e proporcionamos aos gestores uma visão em tempo real da operação. Isso se torna particularmente valioso quando se gerenciam vários armazéns, com total orquestração e integração ao sistema ERP.

Diferenciais do fulfillment Stokki

Logística completa para e-commerce: Possuímos armazéns especializados em fulfillment, que estão localizados em pontos estratégicos do país. Todos eles estão prontos para receber, armazenar, separar e expedir produtos, utilizando inteligência e gestão integrada de inventários. 

Plataforma fulfillment integrada: O OMS (Order Management System) da Stokki tem integração com os principais ERPs e canais de venda do mercado. Isso possibilita uma gestão automatizada e em tempo real do estoque, bem como da movimentação de pedidos. A visão é global, ou seja, inclui toda a rede de armazenagem e distribuição.

Logística B2B, B2C, D2C e B2E: Nossa solução atende a diferentes tipos de operação, incluindo o B2E (Business to Everyone). Assim, podemos otimizar a logística do atacado e do varejo em diferentes situações. Seja para enviar produtos a consumidores finais, abastecer lojas próprias ou terceiras ou mesmo enviar mercadorias a centros de distribuição ou fulfillment de marketplaces.

WMS para operação logística própria: Quem já utiliza uma estratégia de logística própria também pode aproveitar a terceirização na rede de distribuição da Stokki. Com o software de WMS é possível otimizar a operação e realizar a gestão de estoque em um único lugar.

A partir de seis armazéns de fulfillment distribuídos pelo Brasil, garantimos 99,8% de pedidos enviados dentro do prazo. Além disso, conseguimos reduzir em até 40% os prazos de entregas, o que gera maior satisfação do cliente. 

Viu só? A Stokki ajuda a escalar sua empresa através de uma logística completa, descomplicada e integrada aos seus canais de venda. Para conhecer nossas soluções, entre em contato agora mesmo.

Posts relacionados

Grafismo da marca Stokki

Assine nossa newsletter

E receba conteúdos exclusivos sobre e-commerce, fulfillment, logística, armazenagem e gestão omnichannel.

Assinar
Agradecemos o interesse.
Algo deu errado. Tente novamente.