Logistics

Dark Store: o que é e como essa tendência impacta na eficiência logística do varejo

Com a alta nas compras online, as estratégias logísticas foram colocadas à prova. No meio delas, uma estratégia conhecida como Dark Store se sobressaiu por conta de sua eficiência. Conheça como essa estratégia funciona.

Stokki

26 de November de 2021

Com a alta nas compras online, as estratégias logísticas foram colocadas à prova. No meio delas, uma estratégia conhecida como Dark Store se sobressaiu por conta de sua eficiência.

Essa estratégia consiste em transformar o estoque das lojas físicas em centros de distribuição urbanos, visando oferecer entregas mais rápidas e uma melhor experiência de compra ao consumidor

Neste conteúdo, vamos abordar como essa estratégia funciona, assim como suas vantagens e detalhes de implantação.

Boa leitura!

O que é uma Dark Store?

Dark store, que em tradução livre significa “loja escura”, nasceu do conceito de lojas físicas, localizadas em grandes centros urbanos, que se transformam em fulfillment centers (ou centros de distribuição urbanos) para expedir produtos com mais rapidez e agilidade. Essa foi mais uma tendência do varejo, que vinha evoluindo com rapidez em países como os Estados Unidos, e foi ainda mais acelerada pela pandemia e pelo crescimento das compras online, inclusive aqui no Brasil.

Normalmente, é uma estratégia utilizada por grandes redes de varejo, que possuem diversas lojas físicas e podem se valer dos pontos de venda menos rentáveis ou de espaços ociosos dentro das próprias lojas para transformá-los em hubs logísticos.

Então, ela serve como um ponto para armazenamento, separação (picking), embalo (packing) e envio de produtos que foram comprados pela internet ou por qualquer outro meio não presencial. Elas são menores que os estoques convencionais e ficam no meio de grandes centros urbanos, idealmente.

São esses centros de distribuição que permitem entregas no mesmo dia (same day delivery) ou no dia seguinte (next day delivery) em pedidos feitos por qualquer canal de compra.

Quais são os modelos de Dark Store mais utilizados?

Existem dois modelos mais comuns de operação de dark stores. São eles:

  • O modelo total, no qual uma loja inteira se transforma em um centro de distribuição e não é mais utilizada para venda presencial;
  •  E o modelo híbrido, no qual parte do estoque de uma loja é dedicado para atender às compras online e parte opera normalmente para atender ao público tradicional da loja física, mantendo o espaço aberto ao público.

Como já dito, a ideia das dark stores é aproximar o estoque dos clientes para oferecer uma entrega mais rápida, mais econômica, reduzir o last mile e oferecer uma melhor experiência de compra ao consumidor. Porém, não é uma mudança fácil de implementar, pois exige ainda mais controle e gestão da cadeia de suprimentos, tecnologia, automação de processos e o controle total do estoque integrado em toda a rede.

Por que estamos no melhor momento para essa estratégia?

As restrições vividas pelo mundo em 2020 e 2021 criaram um novo padrão de consumo entre a população: as compras online. Até mesmo quem nunca comprou pela internet resolveu testar essa modalidade – e boa parte dessas pessoas adorou!

A NZN Intelligence apontou que 74% dos brasileiros gostam mais de compras online que o formato tradicional. Todavia, esse estudo foi realizado em 2019, e muita coisa mudou de lá para cá. 

Certamente essa porcentagem aumentou bastante, como aponta o índice MCC-ENET, que mostrou que o e-commerce brasileiro cresceu 73,88% em 2020.

Resumindo todas essas informações, este é o melhor momento para investir na estratégia de dark store como um diferencial competitivo.

Quais são as vantagens de trabalhar com Dark Store?

Como ficou claro, existem diversas vantagens nessa estratégia, sendo as principais as seguintes:

Tranquilidade na última milha

A última milha é um dos trechos mais preocupantes de uma entrega.

Do ponto de vista estatístico, é na última milha que os problemas tendem a ocorrer. Além disso, é nesse trecho que o custo de entrega é maior, ficando na ordem de 28% do custo total.

Ao trabalhar com o estoque mais próximo dos clientes, boa parte desses problemas são evitados.

Solução de entrega eficiente

As dark stores permitem uma entrega extremamente eficiente por causa de sua capilaridade e localização estratégica. Ou seja, os produtos são estocados de acordo com as regiões de maior demanda, permitindo uma agilidade logística impressionante, a valores mais competitivos, como a entrega no mesmo dia e o frete grátis.

Aumento de performance nos espaços físicos

Em geral, as lojas escuras são espaços físicos pequenos, quando comparados aos estoques de armazéns convencionais. Dessa forma, o fluxo de trabalho é mais simples, permitindo uma alta performance de picking (separação) e packing (preparação para expedição). Ou seja, há diminuição de erros, ao passo que a capacidade e a agilidade de expedição aumenta bastante.

Mais opções de entrega

Cada consumidor é único e, como tal, possui suas particularidades. Alguns deles, por exemplo, preferem retirar o produto na loja; já outros, optam pela entrega tradicional, seja pela comodidade ou pela facilidade na hora do recebimento. Há, ainda, os que necessitam de entregas especiais, inclusive no mesmo dia.

Trabalhar com dark stores permite performar bem todas elas!

Ótimo controle de estoque

Mais uma vez o espaço reduzido se torna uma vantagem. 

Com uma área de armazenagem menor, organizar, catalogar, separar, empacotar e demais operações se tornam mais dinâmicas. O controle de estoque, por sua vez, também se torna mais ágil e fácil, devido a menor quantidade de produtos armazenados.

Fidelização de clientes

Uma das grandes vantagens das dark stores é a fidelização de clientes. De fato, quando os clientes experimentam um sistema logístico eficiente e validam a sua qualidade, as chances de fidelização são mais altas.

Vale lembrar que os consumidores, antes de mais nada, buscam por segurança, preço e comodidade e, quando encontram essas características, tendem a comprar novamente no mesmo local. 

É por isso que essa estratégia é tão poderosa.

O que avaliar na hora de implementar uma Dark Store?

Trabalhar com omnichannel e e-commerce é uma tendência global e ambas as estratégias (que cada vez mais andam juntas) se beneficiam muito das dark stores. 

Nesta seção, vamos apresentar alguns pontos para serem avaliados no momento da implantação dessa estratégia de distribuição logística. Leia até o final.

Observe a legislação local

É importante ter muito cuidado com a legislação da região onde a sua dark store ficará localizada e entender se é permitido praticar esse tipo de atividade logística no endereço do estabelecimento comercial, além das certificações e condições necessárias para armazenar e manusear os produtos que ficarão em estoque. 

Vale ter atenção redobrada no caso de estabelecimentos localizados em estados diferentes, tendo em vista as diversas mudanças legais de um estado para outro no Brasil.

Estude os modelos de Dark Store

O objetivo de uma dark store é único, mas suas soluções podem variar bastante.

Só para exemplificar, você pode trabalhar com drive-thru em sua loja escura, ou então usá-la apenas como um estoque inteligente, assim como também implantar um mini hub logístico completo nela.

Pense no macro

O principal atributo de uma dark store é a sua localização privilegiada. Portanto, é importante pensar no macro de suas operações, favorecendo locais que realmente vão entregar muito valor à sua eficiência logística.

Às vezes, uma loja escura para diminuir tempos de entregas em uma região com alta demanda pode ser melhor que uma visando expandir as operações da empresa – e o contrário também pode ocorrer.

Calcule os custos dessa operação

A verdade é que existem muitos custos envolvidos nessa operação, e você precisa ficar atento a eles. O custo de manter a loja escura aberta é um deles, mas não é, nem de longe, o único. 

Devemos contabilizar a logística como um todo, incluindo os custos de equipe, estrutura, sem esquecer do transporte dos produtos que, por menores que sejam, ainda pesam pelo fluxo dinâmico de movimentação desse modelo distribuição.

Outro custo importante é o software de gestão do seu estoque, que pode estar integrado a uma rede completa de distribuição, trabalhando em um modelo de prateleira infinita, ou apenas para atendimento de um canal. De um jeito ou de outro, o estoque precisa de uma gestão, assim como a sua organização e controle são essenciais para trazer a eficiência operacional esperada pela empresa e pelo cliente.

Mantenha operações 24/7 

Por fim, um dos aspectos mais interessantes das dark stores é a possibilidade de funcionamento contínuo

Embora nem sempre seja viável manter uma loja funcionando nesse regime, se bem planejado, ela pode atingir esse objetivo que é de suma importância para uma estratégia logística omnichannel.

Nós, da Stokki, entendemos os desafios logísticos do mercado de e-commerce e omnichannel. Por isso, desenvolvemos um software totalmente em nuvem (SaaS), criado para ajudar na implantação, gestão, controle e aumentar a eficiência da rede de distribuição de diversos tipos de empresas, incluindo modelos de dark stores, micro-fulfillment centers, UDCs e 3PL. Fale com nossos especialistas e conheça nossa solução!

Share:

Comments are closed.

Related posts

Subscribe to our newsletter

Do you want to receive articles like this ?
Subscribe to the Stokki’s newsletter and receive exclusive content about warehousing, logistics, inventory management and more.

Close Bitnami banner