Logística

Entenda o processo de armazenagem: quais são as etapas e a sua importância

Conheça todas as etapas envolvidas no processo de armazenagem e por que ela é importante para o desempenho de uma empresa.

Andrea

07 de December de 2020

armazenagem é um setor muito importante dentro das operações logísticas, pois é responsável pela organização, alocação e gerenciamento de materiais. Embora seja uma atividade bem operacional, ela influencia consideravelmente nos custos e na agilidade da entrega de pedidos e/ou produção de qualquer empresa.

Quer entender melhor todas as etapas envolvidas no processo de armazenagem e por que ela é importante para o desempenho de uma organização? Neste post a gente explica para você.

Principais etapas do processo de armazenagem

O sistema de armazenagem envolve, basicamente, seis atividades macro. São elas: recebimento, conferência, estocagem, separação, embalagem e expedição.

Etapa 1 – Recebimento de produtos

Na primeira etapa acontece o recebimento dos produtos que serão estocados. Essa operação normalmente é feita nas docas do armazém, onde as mercadorias são descarregadas do veículo que as transportou. 

Assim que são descarregadas, começam a ser conferidas para, então, serem devidamente endereçadas ao seu local de armazenagem.

Etapa 2 – Conferência dos itens

Essa é uma etapa muito importante para o controle do estoque, pois é quando acontece a conferência do pedido e a detecção de possíveis inconsistências, como faltas, excessos, avarias e desconformidades.

É durante a conferência que os produtos também são identificados e endereçados para o seu local de armazenagem. Esse processo normalmente é feito com a ajuda da tecnologia, sendo as mais comuns o código de barras e a radiofrequência (RFID). Essas tecnologias, por sua vez, permitem que a equipe identifique prontamente qual é o produto, o seu lote, fabricação, validade e número de série, o que irá influenciar em todas as etapas seguintes: desde a organização, alocação, movimentação, controle, até a fase final de expedição.

Para minimizar os erros dessa etapa, que influenciará em todas as posteriores, é fundamental adotar um padrão de ação para qualquer equipe que for realizar a conferência.

Etapa 3 – Estocagem

Depois de conferir, identificar e endereçar os itens recebidos, eles partem para o local onde serão armazenados. Depois de armazenados, esses produtos passam a fazer parte do saldo de estoque e, se movimentados, devem ser registrados em seu novo endereço, para não causar problemas nas etapas posteriores.

Há diferentes tipos de estruturas e maquinário para realizar a movimentação alocação de materiais, além de diferentes teorias para gerir e organizar a disposição dos itens em um armazém. Tudo depende do tipo de produto que será armazenado, suas características físicas e o seu tipo de demanda. Cabe ao gestor do armazém conhecer o seu estoque e estudar as melhores estratégias para otimizar o espaço e agilizar a movimentação das mercadorias.

É durante essa etapa que ocorre também o controle do inventário, que é, basicamente, uma listagem de todos os produtos armazenados e que deve ser feita de tempos em tempos, a fim de verificar se as informações que constam no sistema são as mesmas presentes no espaço físico. Esse processo visa controlar com maior precisão o estoqueaveriguar inconsistências de cadastro, possíveis avarias e até furtos que podem ocorrer durante o período de armazenagem. 

Etapa 4 – Separação de pedidos (Picking)

A etapa de separação de pedidos, também conhecida por seu termo em inglês, picking, é a que envolve o início da preparação dos produtos para serem enviados para o seu destino final. Normalmente, os itens são identificados no sistemalocalizados no armazém e levados até a área de separação, que comumente se difere da área de armazenagem.

Parece simples, porém se essa etapa for mal gerida ou apresentar falhas, pode atrasar a entrega e até afetar a cadeia de produção de uma indústria.

Existem diversos sistemas que agilizam e otimizam a separação de pedidos, como o flow rack ou o mini porta pallet. Entretanto, mais uma vez, como são diversos e dependem da categoria dos produtos armazenados, cabe ao gestor conhecer o seu estoque e entender qual é o método mais eficaz para o seu negócio. 

Etapa 5 – Embalagem (Packing)

A etapa de embalagem, ou packingnão se aplica a todos os tipos de produtos, pois alguns já vem com a sua própria embalagem e fracionados para consumo. Nesse caso, eles vão da separação (picking) direto para a expedição, ou podem ser diretamente encaminhados para a área de produção industrial.

Logo, essa etapa só é necessária quando a mercadoria não vem devidamente embalada para a forma que será consumida

tipo de embalagem dependerá do produto que será comercializado e da forma como será transportado, devendo sempre prezar pela integridade e segurança do material.

Etapa 6 – Expedição

A expedição é a etapa final do processo de armazenagem, pois é quando ocorre o embarque dos produtos para o seu destino final: seja o ponto de consumo ou o processo de produção.

É nessa etapa que as mercadorias devem ser devidamente preparadas, conferidas e despachadas para o transporte, seja ele feito por terceiros ou pelo próprio operador logístico dono do armazém.

É na etapa de expedição que acontece a preparação burocrática para a saída dos produtos, tais como: documentações, notas fiscais, informações sobre o destino, entre outros.

A atividade de conferência também se faz necessária no processo de expedição, pois evita problemas com o pedido e inconsistências no gerenciamento de estoque.

Conclusão

Como, visto todas as etapas do processo de armazenagem são importantes e estão interligadas, dependendo uma da outra para que os pedidos sejam atendidos com maior agilidade, sem atrasos e problemas.

É importante que todos os processos sejam planejados e executados com a devida atenção e, sempre que possível, aperfeiçoados adotando medidas de gestão, organização e com a ajuda da tecnologia e de estruturas adequadas. Assim, o espaço de um armazém pode ser otimizado, os custos com estoque reduzidos e os prazos de entrega e produção, melhores atendidos.

Agora que você já conhece quais são as etapas do processo de armazenagem, que tal entender como a escolha da localização de um armazém pode influenciar no sucesso de um negócio e ser decisiva para a redução de custos

Acesse esse post da Stokki e saiba mais sobre o assunto.

Share:

Comments are closed.

Subscribe to our newsletter

Do you want to receive articles like this?
Subscribe to the Stokki’s newsletter and receive exclusive content about fulfillment, warehousing, logistics, inventory management and more.